O Projeto

Quando solicitado ao Conservatório de Tatuí o projeto para a implantação de um programa de ações para promover anualmente a formação, o fomento e difusão de atividades relacionadas aos agrupamentos de sopros e percussão do Estado de São Paulo foram delineados os seguintes objetivos:

  • Promover a continuidade das ações e discussões iniciadas no evento “Coreto Paulista” – maio/2008 em Serra Negra/SP.
  • Auxiliar a efetivação da criação de um novo programa de bandas do Estado de São Paulo.
  • Estabelecer a logomarca “Coreto Paulista” como sinônimo do Programa de Bandas da Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo.

Logo após estabeleceram-se diretrizes gerais para a determinação das ações:

Como estratégia de ação idealizou-se a realização, ao longo do ano, de cinco grandes eventos pontuais que ocorrem uma vez por ano, em determinado período e local, e três ações que ocorrem ao decorrer de todo o ano em diversos períodos e locais:

• Desta maneira, o programa se inicia contemplando, seis dos doze objetivos propostos:

  • Aprimorar o nível técnico e artístico das execuções musicais.
  • Organizar festivais e encontros, promovendo a cidadania, fraternidade e troca de experiências.
  • Reciclar e capacitar regentes de bandas e professores de instrumentos.
  • Incentivar concertos e retretas das bandas musicais, contribuindo com eventos culturais e entretenimento para a população, revitalizando a tradição das bandas, em praças públicas.
  • Incentivar a pesquisa, documentação e divulgação das tradições musicais.
  • Colaborar na orientação administrativa/cultural/musical dos administradores municipais.

Uma das três estratégias de ação propostas:

  • Criar banco de dados com informações detalhadas sobre as bandas para melhor administração do projeto.

Cinco das nove formas de incentivo propostas:

  • Concessão de bolsas de estudo
  • Oficinas instrumentais
  • Festival de bandas
  • Material didático
  • Banco de dados de partituras

E essas oito ações, passaram a somar-se, ao programa para a realização do edital de distribuição de instrumentos musicais às bandas do Estado, por meio da rediscussão dos critérios de inscrição, contemplação e contrapartidas das bandas, bem como, do memorial descritivo para o pregão eletrônico e a distribuição dos instrumentos aos contemplados.

O Conservatório de Tatuí é uma Sociedade Civil sem fins lucrativos, credenciada pelo Governo do Estado como Organização Social. Este modelo de gestão, representa uma nova forma de parceria entre o Estado e a sociedade. O Estado fomenta as atividades geridas pela O.S. e exerce sobre ela um controle estratégico, focado nos resultados necessários à política pública adotada. Desta forma, o projeto CORETO PAULISTA serve para que o Estado, por meio do Conservatório de Tatuí, realize ações que atendam, em grande parte, os anseios e necessidades do meio.